A constituição de associações livres e o trabalho com as questões sociocientíficas na formação de professores

Nataly Carvalho Lopes (natalylopes@cca.ufscar.br)
FC, UNESP
octubre, 2013
Texto completo (sitio externo)
 
Professora Adjunta do Departamento de Ciências da Natureza Matemática e Educação e Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
 

Resumen

Na pesquisa que realizamos, buscamos compreender e sustentar a formação de professores no âmbito das associações livres, asseguradas pelo potencial formativo do agir comunicativo proposto por Jürgen Habermas, além de integrar a compreensão e a formulação de práticas docentes com as questões sociocientíficas. Particularmente, no grupo de professores que acompanhamos, o tema desenvolvido foi em relação a uma questão sociocientífica local, que relaciona o uso de agrotóxicos, com os custos e os níveis de toxidade desta substância. Ao final, pudemos apontar contribuições importantes sobre as relações entre universidade e escola e a simetria de fala entre os atores envolvidos, o potencial de formação a partir das associações livres e a autonomia dos professores ao proporem o trabalho com as questões sociocientíficas na escola.